Vídeo Promocional

Não é um tema dos Pink Floyd, mas provoca-nos a mesma sensação de nostalgia. Não é uma frase inspiracional do Pinterest, mas inspira-nos e motiva-nos a continuar a espalhar o amor. Não é o título que queríamos, mas é o que melhor descreve aquilo que sentimos durante toda a edição de 2020:

Queríamos que cá tivesses estado.
Queríamos que tivesses sentido na pele o amor que temos para dar.
Queríamos ter mantido os braços abertos, mesmo quando a pandemia nos amarrou os abraços.

Este é o filme de um Gliding Barnacles diferente na forma, mas genuíno na origem, retratado pelo talentoso @xuegil.

No ano de consagração de um novo mapa marítimo designado “Portugal é Mar”, que mostra que considerando o nosso território em todas as suas dimensões (marítima e terrestre), 97% de Portugal é Mar, assumimos a importância de celebrar a nossa cultura de mar. 

Desta forma, ajustámos a programação em atividades relacionadas com a arte e a criatividade, demonstrando que existe um trabalho multidisciplinar que é possível de realizar e apresentar em segurança, num território com uma história tão rica como a Figueira da Foz.

Simbolicamente, dentro ou fora do mar, todos estivemos juntos, e desejamos que seja possível voltar em segurança (sempre) como uma onda a esta praia, pois 

o Mar é a nossa terra. 

 

Filipe Seixas / Survival Kits by @raskal
João Maria Lima / Survival Kits by @raskal
Duarte Appleton / Survival Kits by @raskal
Ria Appleton / Survival Kits by @raskal
Simon Fitz / Survival Kits by @raskal
Da Chick / Survival Kits by @raskal
Matty Snelling / Survival Kits by @raskal
Inês Ambrósio / Survival Kits by @raskal
Xué Gil / Survival Kits by @raskal
Heitor Valim / Survival Kits by @raskal
Filipe Neto / Survival Kits by @raskal
Raskal / Survival Kits by @raskal
next arrow
previous arrow
 

Vita brevis, ars longa.

Expressão em latim para “a vida é curta, a arte é longa” e que resume na perfeição este(s) último(s) ano(s) de Gliding Barnacles.

Esta autêntica relíquia, com assinatura de Telmo Mendes, imortaliza as memórias de um ano que todos desejamos esquecer, em fotografias de grande formato, entre chapas de vidro, gelatina e sais de prata.